sábado, 24 de setembro de 2011

#Rockincasa

Ontem começou o Rock In Rio, e foi aquela aquela agitação toda de início,porque faz 10 anos que o Rock In Rio não estava mais em sua terra natal e coisas a fim.
A minha animação foi tanta quando eu descobri que ia te Rock In Rio que me deu até uma grande vontade de participar desta grande festa do Rock’n’Roll,mas meu pais acabaram não deixando, e eu também moro em São Paulo.
Com o passar do tempo foi descobrindo os artistas que iriam tocar no Rock In Rio: Rihana,Claudia Leitte,e mais um monte de banda e artistas que não são Rock ‘n’Roll.Salvo minha diva Katy Perry e Sir Elton John,Snow Patrol,Red Hot Chili Peppers e entre outras bandas porque gosto deles,mas de resto o que não tem cara de rock,não devia nem ta no Rock In Rio.
E já que eu não estou lá para curtir toda essa festa, vai ser Rock In Casa mesmo.

sábado, 17 de setembro de 2011

The Who

Vamos falar de The Who, uma banda formada nos anos 60,no começo da invasão britânica.Como toda banda inglesa surgida nessa época,eles sofreram um grande influência dos Beatles.O Who inicialmente era uma banda cover dos Beatles,mas com o passar dos tempos eles foram se distanciando do jeito "Beatle de ser" e inventando seu próprio estilo (se você quiser saber mais aqui está a Biografia completa deles).

A clássica formação da banda é Roger Daltrey, Pete Townshend, John Ewntile e Keith Moon. Ewntile e Moon morreram, e mesmo assim Roger e Pete Townshend continuam ainda na ativa, fazendo shows. No lugar de Keith Moon, hoje, toca o filho do Ringo, Zak Starkey.


O Who já tocou no Woodstok, e irá tocar no encerramento das Olimpíadas de 2012, em Londres! Um show imperdível.

E já elegi favorito de todos os 4, escolheria o Keith Moon. Ele realmente é o meu favorito. E minha música favorita de todas é “My Genaration”, lançada em 1966, na Inglaterra.










quarta-feira, 7 de setembro de 2011

Paperback Writer


Sempre goste de escrever, é uma coisa que faço desde pequena, e jamais deixei de escrever. Escrevo com bastante frequência, no máximo fico dois dias sem escrever, mas ultimamente tenho ficado mais dias sem escrever, porque nesses últimos tempos tenho sofrido muitos “bloqueios” (para os escritores sofrer um bloqueio, é ficar sem ideias para escrever algo, pois é sofri muitos desses ultimamente).
E para acabar com os “bloqueios”, eu leio bastante livros e revistas. Lendo aliás ajuda a escrever melhor e pode te salvar, pois lendo podemos descobrir mais assuntos para escrever e falar aqui para para vocês que lêem o meu blog.
Gosto de escrever Fanfictions (que são aquelas histórias de fãs sobre ídolos), romances, suspense (não fiz ainda uma história decente de suspense para postar aqui), ficção, sobre filmes, música, sobre os Beatles e muitas outras coisas.
E uma música que me inspirou bastante para continuar escrevendo foi “Papperback Writter” dos Beatles. É eu sou uma escritora de livros de bolso. 

domingo, 4 de setembro de 2011

Um postal de Paris

Estava mexendo e remexend em minhas coisas só por puro prazer.
Em meio alguns souveniers de viagens, achei uma pequena caixa, onde continha os meus postais de viagens que eu fiz.Enquanto olhava para todos eles, fiquei relembrando todas aquelas viagens que fiz.Até que achei um de Paris.
Acho que nunca esqueceria esta viagem.Paris é realmente inesquecível.A capital do amor,me fez ter uma grande e tórrida paixão.
Enquanto caminhava perto da torre Eiffel, observando calmamente a paisagem, e quando cheguei perto da torre, um homem alto, de cabelos pretos se aproximou e me disse:
-Torre linda essa, não é? - disse ele olhando para mim.
-Você tem razão - disse eu a ele - ela é mesmo muito linda.
-Sabe o que tem algo mais bonito que a torre aqui ? - disse com um largo sorriso.
-O que? - perguntei curiosa,agora o encarando.
Em vez de me responder, o rapaz roubou um beijo meu.Creio que neste dia não foi só o beijo que foi roubado, mas também meu coração.Eu sei, parece bobo,mas foi amor ao "primeiro beijo".
Ao se afastar um pouco de mim, indaguei-o:
-Qual é o seu nome? - sorri para ele.
-Isso não vou dizer- disse ele piscando para mim.
Aquele dia,foi último em que estive em Paris,voltei para Nova York naquele mesma noite, mas guardei no peito uma grande paixão por aquele lindo rapaz.

Contribuiu nesta postagem minha amiga Joice N. do Blog My Little World .

Woody Allen - Uma Biografia

Sinopse:Ao contrário de grande número de biografias sobre personalidades contemporâneas que tem sido escritas, "sem autorização", este estudo de Lax teve apenas uma restrição: é uma obra tão respeitosa e fiel ao diretor de "Hannah e suas [irmãs]" - que a aprovou inteiramente - que alguns críticos mais severos chegaram a criticá-lo pelo quase endeusamento que o autor faz do ator-roteirista-diretor que nos últimos 20 anos tem sido o criador de maior voltagem do cinema americano.


Consegui esse livro na antiga escola onde estudei, e recomendo ele para vocês, que gostam de cinema e do próprio Woody Allen.