quarta-feira, 1 de fevereiro de 2012

Pictures Of Lily - continuação

Escute essa música e relembre a história.



Depois que de ouvir aquelas palavras de Lily,ele ficou ali parado,enquanto um pequeno grupo de fãs tentavam agarra-lo,ele tentava entender o porque de que Lily não o querer,o que el tinha feito de errado?Ou seria ele o errado de toda a história.
Roger contou aos seus amigos o que tinha acontecido com Lily,e eles tentaram alegrar Roger tentando o levar para um pub perto do lugar onde tinham acabado de se apresentar,para beber um pouco para ver se esquecia a garota de vez e talvez conhecer outras garotas.Ele recusou,e preferiu tomar um taxi e ir sozinho para o apartamento onde o grupo dividia.
-Ele não está bem - disse Keith a Pete - Estou muito preocupado com ele,sugiro que você fale com ele depois.
-Porque eu? - perguntou Pete.
-Ora,você esta sabendo de tudo o que esta acontecendo,enquanto eu não sei de nada - disse Keith a Pete enquanto eles e John observavam Roger voltando de taxi para casa.
-Amanhã eu falo com ele,mas no momento eu quero uma cerveja bem gelada - disse Pete caminhando junto com Keith e John em direção ao pub.
Quando chegou em casa,Roger pensava de alguma maneira tentar esquecer Lily,de alguma maneira ele precisava tirar ela de sua mente.Tentou compor alguma música,não conseguia,tentou esquece-las de várias formas mas não conseguia,só conseguiu quando resolveu dormir um pouco,mas acabou sonhando com ela.
Na manhã seguinte Pete foi ver como Roger estava,ele ainda ele continuava um pouco triste mas tentou se alegrar um pouco.A noite foi a uma festa com Keith,muitas garotas vieram falar com ele,mas ele não esquecia Lily e ficou num canto bebendo sem falar com ninguém.
No outro dia,ele resolveu sair dar uma volta por Londres,para ver se acalmava um pouco e tentar tirar Lily da cabeça.
O inverno londrino estava muito forte,mas o coração de Roger estava bem mais frio que Londres naquele dia.Ele resolveu ir para um parque perto do Rio Tâmisa,se sentou num banco perto do rio,ascendeu um  cigarro e começou a observar a paisagem calmamente.E de repente alguém se aproximou dele.
-Sr. Daltrey? - Roger se virou e viu uma jovem alta,de cabelos negros como os de Keith,branca,da mesma altura de Lily,e com grande sorriso.
-Roger,por favor - disse Roger convidando a jovem a se sentar ao seu lado.Ele detestava ser tratado com tanta formalidade e achava que ficava mais velho sendo tratado desse modo.
-Eu-eu me chamo Marie e eu-eu sou uma grande fã de Who e mui-muito fã do Sr. quero dizer,você - disse Marie gaguejando com uma grande alegria.
Roger pensava que Marie era que como uma fã maluca que queria arrancar um pedaço de seu cabelo.Ele estudou sua expressão por um instante e depois viu que ela começou a entender o que se passava.
-P-por favor não vá embora,eu não sou uma dessas fãs que quer um pedaço de seu cabelo ou de sua roupa!Eu sou uma fã normal,que só admira calmamente seus ídolos - disse Marie começando a chorar - eu vi você aqui e resolvi falar com você,me desculpe.
Roger vendo ela chorar,a beijou por impulso.
-Me desculpe - disse Roger,um pouco sem jeito,se levantando.
-Não,tudo bem - disse Marie limpando suas lágrimas e se levantando também - não gostaria de ir tomar um café,conheço um pub bem calminho aqui perto.
-Sim,eu adoraria - disse Roger sorrindo.Eles caminharam até um pequeno pub,que ficava peto do parque.Passaram a tarde inteira juntos conversando sobre amor,vida,sobre o Who,sobre tudo.
Depois desse encontro,eles passaram a se encontrar com mais frequência e Roger a convidou para assistir alguns shows do Who,e um mês depois os dois estavam namorando.
Pete perguntou a Roger se ele estava agora mais feliz com Marie e se tinha esquecido Lily.
-Sim,eu a esqueci e estou muito feliz com Marie - disse Roger enquanto observava as fotos que Lily lhe deu.
-Mas cuide bem de seu coração,para lhe se machuque como da última vez - alertou Pete.
Mas Roger tinha certeza que desta vez seu coração não ia se partir,ele tinha Marie,nada poderia dar errado dessa vez.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar.