quinta-feira, 28 de junho de 2012

A felicidade de ir dar um passeio por São Paulo

Pode ser loucura,mas isso é uma loucura mesmo,uma dessas frustações que desde pequena me fazem feliz, de uma maneira incrível e louca,acreditem de uma maneira muito louca.A tal coisa louca que estou falando é a de ir dar uma volta em São Paulo.
Oh sim isso me faz muito feliz desde os meus 5 ou 6 anos quando meus avós me levavam ao Centro de São Paulo,que acabou deixando aquelas marcas que fazem as pessoas terem flashbacks a todo momento de sua vida,é assim que eu me lembro do dia que andei de trem pela primeira vez de minha vida e conheci um pedaço do centro de São Paulo, e fiquei um pouco extasiada porque eu sempre gostei conhecer lugares novos que fosse diferentes daqueles que já visitei uma vez – ou seja tediosos lugares em que já fui, e não pretendo voltar mais lá – e São Paulo me trouxe isso de diferente para mim.
Toda vez que eu vou a São Paulo,sinto uma sensação nostalgica e boa,e a cada vez que eu vou para essa maravilhosa cidade – mesmo que Osasco,cidade que fica na zono oeste de São Paulo,e não demora tanto assim para eu chegar lá – é um momento tão único,que quase sempre me lembro de todas as vezes eu que eu fui para lá.
E agora nessas férias irei ao máximo de vezes a São Paulo,não importa o motivo,desde que eu vá,esse é o interessante.

quarta-feira, 27 de junho de 2012

O tempo passa muito rápido...


....e 10 anos sem você John é muito tempo!Sinto sua falta todos os dias. 

quinta-feira, 14 de junho de 2012

Uma reflexão à lá Laranja Mecânica


Talvez nos últimos dias,depois de ter lido e assistido Laranja Mecânica eu comecei a fazer aquelas reflexões pós-leituras,mesmo que no meio do livro eu já estava começando a fazer tais reflexões,mas só no pós-leitura  é que as coisas começam a se sondar e ai você a base da tal reflexão.
Anthony Burguess escreveu uma obra-prima,isso já um fato explicito,mas o que ele fez,ao meu ver é claro,foi conseguir meio que "expor"a algumas realidades do mundo moderno,mesmo o livro sendo dos anos 60 e Stanley Kubrick tendo rodado o filme em 1971.Realidades do tipo: a violência que se tem nas grandes cidades,a alienação da sociedade,a lavagem cerebral que o mundo faz em nós,os efeitos das drogas,e muitas coisas que agente vê por aí e as pessoas simplesmente ignoram.
Ah,e não podemos esquecer do glossário Nadsat (ou o glossário "adolescente") que Anthony Burguess criou para o mundo futurístico de seu livro,que tem bases na língua inglesa,eslava e russa,um glossário que no caso eu adorei ter aprendido.
Mas se você,ser humano que não gostou de Laranja Mecânica pelo simples fato de Alex ser muito violento e louco,a sociedade te fez uma grande lavagem cerebral em você e você se alienou pro mundo.
Então,chega de buábuá e vai até a geladeira,tome um moloko,e vá curtir a tua vida um pouco por favor,porque o mundo não é igual a novela não,compreende?
E se você achou que eu só falei um monte um monte de porcaria e virou uma Laranja Mecânica em estudo,e só.


terça-feira, 12 de junho de 2012

Feliz Dia dos Namorados


Feliz Dia dos Namorados a todos vocês que tem ou não alguém,e também a aqueles que como eu vão passar só.Só que no meu caso eu irei passar com o Keith Moon e o Ringo Starr.
Até a próxima.

segunda-feira, 4 de junho de 2012

Feliz Aniversário para mim!!!




Hoje é o meu aniversário (yeah!),estou completando 16 anos,nossa como estou velha (risos),mas a idade chega a todos e isso não podemos evitar,triste realidade a nossa mas temos conviver com isso,fazer o quê.
São 16 outonos/invernos passados em São Paulo,ao som de Beatles e Who,e com intensas crises dos anos 60 e anos 20,afinal,aos 16 anos você pode imaginar muitas coisas que não seja da sua estranha realidade e fazer dela um pouco mais preto e branca.
E para comemorar,duas músicas,"You're Sixteen", do meu querido amado Ringo Starr e Birthday dos Beatles.




Até a próxima!


sábado, 2 de junho de 2012

Eric Clapton


Nesses últimos tempos,eu acabei virando fã de Eric Clapton,na verdade eu já era fã dele a muito tempo,mas só agora eu consegui,assim digamos,"Ama-lo pra valer".
Uma pequena bio rápida sobre ele:Eric foi guitarrista dos YardBirds,depois ele foi também guitarrista do Cream (outra que acabei me apaixonando recentemente,que também ganhará post aqui no meu blog),ele era amigo de George Harrison e até se casou com Pattie Boyd,ex-mulher de George Harrison,que no caso este estava presente no casamento dos dois.

Pattie e Eric se casando em 1979.

Uma das principais coisas que me fizeram gostar de Eric foi seus belos de guitarra,que podem ser murmurados para qualquer pessoa e também suas belas letras.E aqui estão as minhas favoritas:



















Até próxima.






sexta-feira, 1 de junho de 2012

Bem longe daqui


E eu estou aqui,esperando que minha mente me leve para longe daqui,porque eu não aguento mais ficar aqui,nessa realidade estúpida,que me deixa louca e estressada e cheia de pessoas que não quero ver nunca mais na minha vida,mas o que eu posso fazer?Eu tenho que vê-las todos os dias,tenho que suporta-la de uma forma que ninguém aguentaria.
Para fugir de tudo isso,acabei criando uma realidade totalmente diferente desse se você quiser saber,e você esta convidado a participa-lo desta realidade maravilhosa que eu criei,se você quiser é claro.Mas se não quiser,eu mesmo faço isso,já que a realidade é minha.