domingo, 8 de julho de 2012

Bem vinda a Corvinal,Mariana

Ravenclaw

Depois de um tempo jogando no Pottermore,que é aquele mundo que J.K Rowling criou pós-término da saga de Harry Potter,eu fui selecionada para "estudar" em Corvinal!
Confesso que fiquei muito feliz com tudo isso,porque antes eu acha que era de Grifinória,nunca jamais passou sobre minha mente que eu seria de Corvinal,mas estou muito,mas muito feliz com tudo isso.

Um pouco sobre a Corvinal:
"Parabéns! Eu sou o prefeito Robert Hilliard, e estou muito contente em recebê-lo na Casa Ravenclaw. Nosso emblema é a águia, que chega onde outros não podem subir, as cores da nossa casa são azul e bronze, e nossa sala comunal está localizada no topo da torre da Corvinal, atrás de uma porta com um chamador encantado. As janelas em arco localizadas nas paredes de nossa sala comunal, têm vista para o terreno da escola, o lago, a Floresta Proibida, o campo de Quadribol e os jardins de Herbologia. Nenhuma das outras casas pode ter uma vista tão maravilhosa.
Sem querer me gabar, esta é a casa habitada por bruxas e bruxos mais inteligentes. Nossa fundadora, Rowena Ravenclaw, valorizava a educação sobre todas as outras coisas, e nós também. Ao contrário das outras casas, que têm suas entradas escondidas para o Salão Comunal, nós não precisamos de uma. A porta de nossa sala comunal está localizada no topo de uma alta escada. Ela não tem maçaneta, mas uma aldrava de bronze encantada na forma de uma águia. Quando você bate à porta, o chamador irá lhe fazer uma pergunta, e se você responder corretamente, te deixará entrar. Esta barreira simples tem mantido todos distanciados, exceto os Corvinais, por mais de mil anos.
Alguns dos calouros têm medo de perguntar a águia, mas não se preocupe, os corvinais aprendem rapidamente e logo desfrutarão dos desafios apresentados pela porta. Não é incomum encontrar vinte pessoas do lado de fora da porta da sala comum, todos tentando encontrar uma resposta para a pergunta do dia. É uma ótima maneira de conhecer os outros Corvinais e aprender com eles. Mas é um pouco complicado quando você deixa suas roupas de Quadribol na sala e precisa entrar e sair rapidamente. Na verdade, eu aconselho que você reveja suas coisas várias vezes, para se certificar de que contém tudo que você precisa antes de sair da Torre da Corvinal
Outra coisa legal é que a Corvinal tem as pessoas mais individualistas, embora os outros alunos chamam-as de excêntricas. Mas os gênios são geralmente mais avançados do que as pessoas comuns. Ao contrário do que as outras casas poderiam mencionar, nós pensamos que você tem direito de obter o que deseja, acreditar no que quiser e dizer o que você sente. Não temos medo de pessoas que vão tem as suas discussões, pelo contrário, nós as valorizamos!
Falando de excentricidade, você vai gostar do Diretor da nossa casa, o Professor Filius Flitwick. As pessoas muitas vezes p subestimam, porque é uma pessoa pequena (pensamos que é parte elfo, mas nós nunca tivemos a má educação de perguntar) e tem uma voz esganiçada, mas é o melhor professor e mestre de encantos, com mais conhecimento do mundo. A porta do escritório está sempre aberto a um Corninal com problemas, e se você realmente tem problemas, ele pegará bolinhos guardados em uma caixa na gaveta da escrivaninha e vai fazê-los dançar para você. Na verdade, vale a pena fingir que têm muitos problemas para vê-los dançar.
A Casa Corvinal tem uma história destacada. A maioria dos maiores inventores e inovadores mágicos passaram por esta casa, incluindo Perpetua Fancourt, a inventora do Lunascópio, Laverne Montmorency, um grande pioneiro de poções do amor e Wildsmith Ignatia, o inventor do Pó de Flu. Alguns ministros famosos da magia foram Corvinais, como Millicent Bagnold, que estava no cargo na noite em que Harry Potter sobreviveu a maldição do Senhor das Trevas e defendeu as celebrações mágicas sobre a Grã-Bretanha com as palavras "Afirmo o nosso direito inalienável de diversão." Havia também o ministro Lorcan McLaren, que era um mágico brilhante, mas ele preferiu se comunicar através da fumaça que vem através da ponta de sua varinha. Bem, eu disse que nós temos alunos excêntricos. Na verdade, nós também estamos na casa de Úrico Raritan que costumava usar um chapéu de água-viva. Ele é o protagonista mágico de muitas piadas.
E a relação com as outras três casas, bem, com certeza você já ouviu falar da Sonserina. Eles não são tão ruins, mas devem ficar atentos até que os conheçam bem. Têm uma longa tradição de fazer tudo o que podem para ganhar, por isso tome cuidado, especialmente no jogo de Quadribol e nos exames.
Os Grifinórios são bons. Se eu fossecriticar, eu diria que eles são arrogantes. Eles também são muito menos tolerantes do que nós que somos pessoas diferentes, de fato, após ter ouvido sobre nós, eles se interessaram por levitação ou pelo uso ovomancia que, como você provavelmente sabe, é um método de adivinhação usando ovos. Grifinórios não têm a nossa curiosidade intelectual, enquanto nós não nos importamos se você quiser passar o dia e noite por quebrar os ovos em um canto da sala comunal e escrever suas previsões com base em como caem as gemas. Na verdade, você provavelmente vai encontrar algumas pessoas para ajudá-lo.
E quando se trata de Lufa-Lufa, bem, ninguém poderia dizer que eles não são pessoas legais. Na verdade, eles são as pessoas mais simpáticas da escola .Vamos apenas dizer que você não precisa se preocupar com eles em competições ou provas.
Eu acho que isso é tudo. Ah! Sim, o fantasma na nossa casa é a Dama Cinzenta. O resto da escola pensa que nunca fala, mas fala com Corvinais. É útil se você perder ou ter perdido alguma coisa.
Tenho certeza que terá uma boa noite. Nosso dormitórios estão em torres que saem da torre principal e nossas camas com dossel estão cobertas com colchas de seda azul e o som do vento soprando através das janelas é muito relaxante.
E mais uma coisa: Fez bem, você se tornou um membro de uma das mais elegantes, peculiares e interessantes casas de Hogwarts."

Parece mesmo comigo?Acho que sim,(risos bobos).
Até próxima.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar.