quinta-feira, 10 de janeiro de 2013

Fuga,afinal!

Sai de casa sorrateiramente pela janela,sem fazer nenhum ruído,enquanto todos dormiam.Fugir finalmente,com somente com as estrelas de cúmplices de um plano audacioso projetado durante anos e anos,que somente agora foi posto em prática.
Fuga,afinal!
Correr para longe,até que meus pulmões doam de tanto respirar;navegar o oceano mais azul e límpido deste mundo;voar e sentir o vento batendo sobre meu rosto para enfim ter certeza,de que finalmente eu estou livre.Livre de minha família,de mim mesma,livre de tudo!
E depois de um tempo longe de casa,voltar pra ela e dizer que só fui dar uma volta.

Um comentário:

  1. Adorei o texto Mari, eu também sinto vontade de fazer isso as vezes, sei lá, poder me sentir livre de tudo por pelo menos um tempo, é uma sensação maravilhosa. *-*
    Beijinhos ♥

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para comentar.