domingo, 24 de fevereiro de 2013

Happy Birthday George


Aquele rapaz tímido e misterioso,que um dia entrou pra aquela banda que mudou o mundo da música -e a minha vida também -,que fez músicas tão belas,quanto as de John e Paul e sozinho,conseguiu "voar" e transformar a música e o mundo espiritual,e que me fez arrancar alguns suspiros e lágrimas e me alegrou com seu sorriso enquanto eu estava triste.Ah esse rapaz.
Feliz aniversário George!Meu rapaz,ainda tímido favorito! 

sábado, 23 de fevereiro de 2013

Um corpo em pleno retrocesso


A cada piscadela,uma lembrança de momentos vividos no passado que dos quais ela não queria se lembrar,fazendo com que seu corpo inteiro doesse de uma forma geral e dilacerante,tornando tudo insuportável de se aguentar. 
O corpo dela estava em pleno retrocesso,dava pra se perceber,era nítido em seus olhos.Fechou os olhos por um instante e sentiu sua vida passar sobre eles de uma forma complicada e confusa.Parecia que a morte veio-lhe fazer uma visita um pouco cedo.
Acordou assustada,suando frio,estava assustada e desejando com que nada tivesse acontecido.Respirou profundamente o ar abafado de verão e voltou a dormir novamente.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Fala pra ele

E se for realmente contar todos aqueles segredos muito íntimos,que eu te contei,num momento de puro tédio,em que nós não saberíamos se teríamos algo de interessante pra fazer ou falar.Mas se for realmente contar a ele,fale a ele que ele é um sonho bom,que pôs a minha de cabeça pra baixo,sem que eu notasse,mudando o tom de minha vida.
Conte a ele tudo o que há de bom em mim,daquelas coisas idiotas que eu amo tanto fazer,daquilo que eu não gosto,daquilo que eu não entendo,daquele filme antigo que eu vi esses dias,ou daquele disco do Tom Jobim que eu tanto ame de outras coisas que eu vivo fazendo,só pra matar o meu tempo ocioso.Conte tudo a ele!Sem esquecer nenhum detalhe!
Mas se não conseguir contar,por medo ou vergonha,deixa que eu mesma faço isso,vou a casa dele e conto tudo.Pelo interfone.


terça-feira, 19 de fevereiro de 2013

Lolita


"Lolita,luz de minha vida,labareda em minha carne.Minha alma,minha lama.Lo-li-ta:a ponta da língua descendo em três saltos pelo céu da boca para tropeçar de leve,no terceiro,contra os dentes.Lo-li-ta.
Pela manhã ela era Lô,não mais que Lô,com seu metro e quarenta e sete de altura calçando uma única meia soquete.Era Lola ao vestir ao vestir os jeans desbotados.Era Dolly na escola.Era Dolores sobre a linha pontilhada.Mas em meus braços sempre foi Lolita.
Será que teve uma precursora?Sim,de fato teve.Na verdade talvez jamais teria existido uma Lolita se,em certo verão,eu não houvesse amado uma menina primordial.Num principado à beira-mar.Quando foi isso?Cerca de tantos anos antes de Lolita haver nascido quantos eu tinha naquele verão.Ninguém melhor do que um assassino para exibir um estilo floreado.
Senhoras e senhores membros do júri,o item número um da acusação é aquilo que invejavam os serafins - os desinformados e simplórios serafins de nobre asas.Vejam este emaranhado de espinhos."
Lolita - de Vladimir Nabokov,Capítulo 1.

segunda-feira, 18 de fevereiro de 2013

Embriagados.


Ele lhe prometeu várias coisas,mundo e fundos,enquanto ainda estava sóbrio,algo talve um pouco suspeito.Ela tão tola que era,acreditou.Acreditou em todas aquelas promessas,umas possíveis,outras de gosto tão gosto duvidoso que se sabia que era uma grande lorota idiota que muito tolos caiam,mas mesmo assim,ela tendia sempre a acreditar,estava apaixonada.
-Eu vou caçar a Lua por você,meu amor –disse ele mais uma vez se embriagando,mais e mais com uma cerveja num pequeno café.
-Então me tragar um raio da Lua – ela lhe pediu.
-Aí já é pedir demais!- questinou ele - Peça algo,assim que de para comprar no shopping,por favor.
-Eu te amava mais –suspirou ela – quando você estava sóbrio.
-Não vai dar nenhum gole em sua cerveja? –perguntou ele apontando para a cerveja dela,ainda intocada.
-Pode beber –respondeu ela entregando a garrafa ainda gelada a ele –eu deixo.
-Obrigado. – ele pegou sua cerveja e começou a beber,tocou sua mão e sorriu,ainda a amava mais do que tudo,não negava,ainda caçaria a Lua por ela,nada mais importava.
-Eu já estou embriagada de tanto pensar – disse ela.
Nada mais disseram depois disso,só ficaram ali quietos,ele se embriagando e ela pensando.Voltaram para a sua casa,mas ainda se amavam.

domingo, 17 de fevereiro de 2013

Voltemos a operar

O Doutor dando um olá a você que esta lendo isso :)

Depois de 3 semanas,sem internet,aqui estou eu de volta,escrevendo nesse maravilhoso lugar chamado Meu Blog,coisa que eu não fazia a muito tempo,e que eu senti uma tremenda falta,mesmo que não tenha ocorrido nada de bom em minha vida (leia-se altos momentos lendo/assistindo Guerra dos Tronos e ouvindo The Doors).
Mas em grande resumo,voltei pessoas!E comigo,de bônus veio o calor e alguns posts.Tchau
***
Ah,ontem foi aniversário da minha querida-amada-irmã Joy do My Little World,feliz aniversário Joy!!Te amo demais amiga :).

domingo, 3 de fevereiro de 2013