sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

Fala pra ele

E se for realmente contar todos aqueles segredos muito íntimos,que eu te contei,num momento de puro tédio,em que nós não saberíamos se teríamos algo de interessante pra fazer ou falar.Mas se for realmente contar a ele,fale a ele que ele é um sonho bom,que pôs a minha de cabeça pra baixo,sem que eu notasse,mudando o tom de minha vida.
Conte a ele tudo o que há de bom em mim,daquelas coisas idiotas que eu amo tanto fazer,daquilo que eu não gosto,daquilo que eu não entendo,daquele filme antigo que eu vi esses dias,ou daquele disco do Tom Jobim que eu tanto ame de outras coisas que eu vivo fazendo,só pra matar o meu tempo ocioso.Conte tudo a ele!Sem esquecer nenhum detalhe!
Mas se não conseguir contar,por medo ou vergonha,deixa que eu mesma faço isso,vou a casa dele e conto tudo.Pelo interfone.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Sinta-se a vontade para comentar.