sexta-feira, 29 de março de 2013


"As pessoas precisam de Fios
Escritores, heróis, estrelas,
dirigentes
Para dar sentido à vida
O barco de areia de uma criança virado
para o sol.
Soldados de plástico na guerra suja
em miniatura. Fortalezas.
Navios de Guerra de Garagem.
Rituais, teatro, danças
Para reafirmar necessidades Tribais & memórias
um chamamento para o culto, unindo
acima de tudo, um estado anterior,
um desejo da família & a
magia certa da infância."

Jim Morrison.

Metamorfose

Emily era um ser em plena metamorfose.Não sabia quem era,mas também queria se descobrir,esta era sua atual motivação de vida.Canso de pintar o cabelo pra ver se isso ajudava,cansou de mudar de roupa,de estilo,de hábitos.Nada parecia dar certo,pensou em desistir,uma ou duas vezes,mas viu que um dia se descobriria.
Até que por fim,saiu da casa da mãe,em Osasco - também conhecido como fim de mundo que ninguém sabe que existe,mas existe - e alugou um apartamento no centro de São Paulo.Cansou de ouvir a mãe,uma ex-hippie,hoje uma pessoa frustada e foi se encontrar,descobrir sua vida e talvez quem sabe um amor.Tudo pode acontecer agora.
Afinal,a metamorfose estava completa.

terça-feira, 26 de março de 2013

3 Anos de Blog!


Ainda não consigo acreditar,não consigo acreditar mesmo que hoje,o Almanaque esteja completando 3 anos de vida!É uma dessas coisas que eu ainda não consigo acreditar!Porque parece que foi esses dias que eu criei esse blog,e de cara eu nem sabia direito o que eu iria fazer com ele (eu só criei ele porque via muita gente famosa tendo um e eu pense:"Por que não criar um?",e daí ele surgiu) e aqui estamos nós,desde 26 de 2010 operando,com poucos abandonos por falta da internet ou bloqueios da escritora que vos escreve,mas sempre bem atualizado.
Porque se tornou mais do que um lugar para falar de tudo o que amo,mas sim,um refúgio,onde posso mostrar a todos o que eu realmente sou,em forma de resenhas,contos,crônicas,poemas,e fotografias.
E o título que mudou tantas vezes,mas encontrou uma forma única,que Ray Davies,compôs em 1967 e se tornou nome deste humilde blog em 2011,Almanaque de Outono.
Mas tudo o que eu tenho a desejar é que venham mais 3 anos de blog e mais posts também!!E alguns presentes também!E obrigado a todos vocês que seguem,leem e comentam o blog!Eu amo vocês do fundo do meu coração ♥.

      
 
Yes, yes, yes, it's my autumn almanac.


Tchau!

segunda-feira, 25 de março de 2013

Médicos,Modos,Chás da Tade e Outras Coisas

-Teria outro jeito,Sherlock?
-Não,não há outro jeito,John.
-Sempre há outro jeito,o universo nos da essa possibilidade.
-Cale a boca,Doutor!Ninguém quer saber desse seu papo,daqui a pouco irá convencer meu irmão e sr. Watson a fazem uma viagem com você,e nunca mais voltarem!
-Mycroft!Onde estão seus modos?Isso é jeito de tratar um visitante?Peça desculpas!Agora.
-Desculpe-me,sr. Médico.
-Meu nome pode ser Doutor,mas não sou médico nenhum!O único médico de verdade de é o sr.Watson.
-John,por favor.
-Esta vendo Mycroft,nosso convidado tem mais modos que você!
-Oh por favor Sherl!Nós não somos mais crianças!Você sabe que sou a formalidade em pessoa!
-Olha ao contrário de você,eu respeito as pessoas e não as influenciam a irem trabalhar no parlamento,que aliás é uma má escolha para elas,pois...
-Olá docinho!
-Olá River!
-River?
-River?
-Quem é River?
-Sou nada mais,nada menos que a esposa do Doutor!Trouxe presentes pra você querido!Veja!
-Ponds!
-Quem são vocês?!
-Eu sou Amy e esse é o meu marido,Rory.Rory cadê seus modos?Comprimente os senhores...Quem são esses Maltrapilho?
-John,Sherlock e aquele ali é o irmão do Sherlock,Mycroft.
-Er-olá.
-Olá!
-Olá.
-Oi.
-Traga mais chá sr.Hudson!
-E tirinhas de peixe com creme e Jelly Babbys!
-E cigarros.
-O dia promete ser longo.


sexta-feira, 22 de março de 2013

Livro: A Guerra dos Tronos

Eu realmente me apaixonei por essa saga  
A Guerra dos Tronos é o primeiro livro de uma saga de 7 livros (somente há os 5 primeiros livros lançados aqui no Brasil),escrita por George R.R.Martin e que em 2011 ganhou adaptação em série pela HBO,que em breve farei post sobre esta também,pois hoje,tratarei do livro.




Sinopse: Quando Eddard Stark, lorde do castelo de Winterfell, aceita a prestigiada posição de Mão do Rei oferecida pelo velho amigo, o rei Robert Baratheon, não desconfia que sua vida está prestes a ruir em sucessivas tragédias. Sabe-se que Lorde Stark aceitou a proposta porque desconfia que o dono anterior do título fora envenenado pela manipuladora rainha - uma cruel mulher do clã Lannister - e sua intenção é proteger o rei. Mas ter como inimigo os Lannister pode ser fatal: a ambição dessa família pelo poder parece não ter limites e o rei corre grande perigo. Agora, sozinho na corte, Eddard percebe que não só o rei está em apuros, mas também ele e toda sua família.

Meu personagem favorito: Jon Snow 
Eu realmente me viciei nessa série tanto nos livros,como na série de tv!Eu fico sempre com vontade de ler mais e mais,mas não tenho ainda o segundo livro (mas até o meu aniversário,eu consigo comprar até o quinto livro),e esta acabou se tornando a minha saga de livros favorita!.Meus personagens favoritos são: Jon Snow,Theon Greyjoy,Stannis Baratheon,Arya Stark e Daenerys Targaryen e sou pertencente a casa Greyjoy de Pyke.


E espero que tenham gostado da resenha!Tchau tchau!


P.S = Obrigado Luís por ter me emprestado esse livro!Eu realmente amei lê-lo.




quinta-feira, 21 de março de 2013

O mar.



Minha saudade,o mar acabou levando,junto com navios pesqueiros e cruzeiros,amontoados de peixes e pessoas,felizes ou não,algumas enjoadas como balançar do barco,outras cansadas quem sabe.Meu amor entrou num desses barcos e nunca mais voltou,mas a felicidade veio no meio da ondas e junto de si,trouxe a calmaria e os dias repletos de paz e alegria,salpicados de conchas velhas e estrelas do mar.
Ah essas conchas,aquelas pequenas casas de moluscos e caranguejos,que na minha infância,menininhas viviam colecionando-as,mesmo que eu nunca vi sentindo nenhum em fazer isso.Mas com elas podia-se ouvir o mar,bem de longe,convidando-o a vê-lo,senti-lo e ouvi-lo,pelo menos uma única vez antes de partir.
-Venha - dizia ele,em meio ao barulho das ondas - venha me ver ao menos uma vez na vida,antes que eu me vá.
E sob o píer,eu o observei partir,junto as ondas mais calmas,junto com o vento que tocava meu rosto calmamente no meu rosto.E junto com a sua partida,o mar levou minha tristeza,junto com o resto do amor que eu sentia por ele e sua bagagem repleta de ilusão.Mas do que o mar tirá,pensei,o mar trás de volta.Então não devia ficar muito triste com isso.
Eu estava mais feliz do que nunca.

quarta-feira, 20 de março de 2013

O Outono chegou!


E depois de muito calor,muito tédio,muita cuva com trovões e raios (uma coisa terrivelmente assustadora para mim) e programas muito chato,o verão se foi e o outono,depois de três meses finalmente chegou!eeeeee!
Tenho várias razões para amar essa estação,uma delas é o título do meu blog,Almanaque de Outono,que tirei de uma canção do The Kinks (uma de minhas bandas favoritas),Autumn Almanac e outra razão é que com o outono eu me torno mais nostálgica,mais criativa,mais feliz e muitos outros bons sentimentos!E que esse outono seja melhor que o do ano passado!

Até mais.


segunda-feira, 18 de março de 2013

domingo, 17 de março de 2013

Fui dadaísta por um dia.

Fui poeta ao menos uma vez na vida.

quinta-feira, 14 de março de 2013

Pictures Of Lily - Capítulo 6

Marie e Jane limpavam o apartamento em que viviam,já que não faziam uma faxina naquele lugar,havia um certo tempo.Enquanto arrumavam,escutavam uma pequena rádio que só tocava rock'n'roll e tagarelavam sobre seus empregos,Jane numa pequena loja de disco no centro e Marie na redação da Rolling Stone,e lembravam de como começaram a viver juntas,depois de se conhecerem numa festa de alguns amigos de Marie.Fazia apenas 2 anos que estavam juntas e parecia que se conheciam desde pequenas.
Em um determinado momento,quando o locutor anunciou a música mais tocada daquele dia,"I Can See For Miles",Marie sentiu seu coração sair pela boca de tanta alegria e o mesmo tempo,este se retorcia de tanta saudades de Roger,enquanto ria de Jane que tentava frustadamente dançar e Marie resolveu se juntar a ela naquele momento.
Depois de deixarem o apartamento limpo,resolveram almoçar e descansar um pouco,Jane foi se deitar em seu quarto e Marie ficou vendo um pouco de T.V.Cochilou no meio de um dos programas favoritos de Nora,Doctor Who.
Acabou acordando desesperada com o barulho de telefone.
-Alô? -perguntou assustada.
-Olá Marie - gritou Anastacia,namorada de John -tudo bem com você?
-Eu estou bem sim - gritou Marie -não consigo te escutar!
-É porque estou na estação central! -respondeu.
-Aonde?
-Estação central!!!!-gritou ela novamente
-Não precisa,gritar - respondeu Marie coçando o ouvido.
-Escute,eu e os rapazes estamos indo ai! - disse Ana,em meio a um apito do trem - a turnê acabou e vamos fazer uma festa em sua casa!
-Festa?Como assim? - perguntou Marie perplexa.
-Sim,festa -respondeu Ana - eu,você,Jane,Nora,Felicity e os rapazes!
-Mas eu não tenho nada preparado...nada para comer...nada pra beber,só suco - disse Marie aflita.
-Ah calma menina - tranquilizou-a - Chris Stamp já comprou as coisas,daqui a uns 20 minutos agente ta ai!
-Ok então - concordou Marie
-Então até mais!
Ao colocar no gancho,Marie ficou por um tempo pensando em como daria uma festa naquele minúsculo apartamento,pensou nos vizinhos que xingariam com o barulho que fariam e pensou que não tinha comida e bebida suficiente pra todo mundo.Mas Roger virá,tranquilizou-se,é isso que importa no momento.Acordou Jane,e começaram a preparar a casa para aquela mini festa,e foi trocar de roupa,colocou uma calça jeans e uma camiseta florida,e pôs a esperar.
E quando voltou a dormir no sofá,acordou assustada novamente com um grito de Jane.
-Jane cale a boca por favor -gritou Marie estressada por ser acordada - quero dormir um pouco.
-E não quer me ver meu bem?-disse uma voz conhecida a Marie.
-Oh Roger! - Marie acordou e deu pulo em direção ao namorado,abraçando e o beijando. - Ah como eu estava com saudades!
-Um mês,minha pequena - respondeu Roger afagando os longos cabelos pretos de Marie - um mês.
-Que coisa mais fofinha vocês dois - disse Keith atrapalhando-os - também quero abraço!
-Também estava com saudades Keith! - disse Marie enquanto o abraçava-o.
-Nora?Onde esta minha pequena maluca? - perguntou Keith.
-Eu liguei para ela - respondeu Ana -ela esta vindo com a Felicity.
-Não sei o que seria da banda sem você Ana - disse Pete se sentando no sofá da sala - Jane por favor,fique calma.
Jane,pulava e saltitava,tentava reprimir o grito, e corria de um lado pro outro.
-Jane,vá beber água - disse John - acalme-se mocinha. - Jane assentiu com a cabeça e foi para a cozinha,e ficou por um certo tempo,tentando se acalmar e pensando que era a garota mais sortuda do mundo,tinha sua banda favorita no meio da sala de sua casa!E pouco depois,Felicity e Nora apareceram,junto com Kit Lambert e Chris Stamp e junto com eles,pizzas,cervejas,e Coca-Cola.
Ao ver Nora,Keith deu um salto e beijou fortemente que só pararam quando John os chamou.
-Ei,o quarto fica ali ta? -disse ele rindo.
-Seu chato - respondeu Nora -então vamos começar a festa?
-Eu pego os discos! - gritou Jane.Foi ao seu quarto e pegou uma caixa com todos os seus discos e pôs perto dos pés de John,que acabou se assustando e depois voltou a ao quarto pegou o pesado toca discos e colocou no centro da sala,e plugou na tomada perto do sofá.Ana se aproximou da caixa,e começou a ver os disco que haviam ali,e pegou o "Fresh Cream" do Cream e entregou a Jane.
-Quero escutar esse - disse ela com o disco nas mãos - faz tempo que não o escuto.
-Agora vai me trair com o Jack Bruce? - disse John com um sorriso maroto nos lábios.
-Aquele maluco?Só quer pegar a namorada do Eric Clapton e atazanar o Ginger Baker e sua namorda - falou ela se enrolando nos braços de John - e além do mais,você é lindo e é o melhor baixista do mundo.
Quando o disco começou a tocar Pete e Felicity começaram a dançar,enquanto Keith e Nora foram para o quarto de Marie,com a desculpa de passarem um tempo a sós e Chris Stamp e Kit Lambert se acabam com  pizza.E Marie se perguntava onde Roger estava,não tinha o mais o visto desde o momento em que Nora e Felicity chegaram.Deu os ombros e foi para a cozinha,pegou um copo e encheu até a boca de coca-cola,bebeu metade dele de uma vez só,sem se importar com o quão gelado estava o refrigerante e quase se afogou com a outra metade quando sentiu um par de mãos segurando sua cintura.
-Acalme-se Marie - sussurrou Roger em seu ouvido - só sou eu.
-Onde esteve? - perguntou Marie assustada - de repente você sumiu e nem disse onde ia!
-Fui até a rua fumar um pouco - respondeu ele.
-Ora então porque não fumou aqui?Você sabe que eu não em importo com isso - disse ela um pouco brava - mas não importa mais, o importante é que você esta aqui comigo! - ela o abraçou fortemente - agora me conte,como foi a turnê!
Roger contou a ela cada detalhe da viagem,de todos os lugares - de Manchester a Glasgow,passando por Liverpool e muitas outras cidades britânicas.Contou a ela dos momentos tediosos durante as viagens de trem e dos momentos engraçados como a estranha mania de Keith de encostar a cabeça no colo de John toda vez que ia dormir ou o sonambulismo de Pete.Ela contou a ele dos dias de trabalho,das entrevistas com o Cream e o Zombies que havia feito,das matérias sobre como vive a "nova jovem londrina" e matérias sobre moda e artes.Conversaram tanto que até se esqueceram do tempo.
-Esquecemos da festa - disse ele.
-Que festa?A festa capengou totalmente - disse ela.Foram até a sala e constataram,ninguém mais ligava para aquilo que uma vez fora uma festa.
Keith e Nora estavam meio bêbados cantando The Doors;Jane tentava roubar um pedaço de cabelo de Pete;Kit e Chris dormiam no sofá,esquecidos pelos outros e,Ana e John anunciaram que iram para casa e levariam Keith e Nora para a casa desta,antes que eles ficassem mais bêbados.Depois que estes foram,Pete e Felicity também foram embora alegando também estarem cansados,mas Jane disse depois que era culpa de seu namorado John,que quase comprou uma briga feia com Pete.Os últimos a irem embora,foram Kit Lambert e Chris Stamp,e já eram quase nove da noite.
-Finalmente sós - sussurrou Roger.
-Acha que Jane volta para a casa hoje? - perguntou Marie.
-Não - respondeu ele - agora chega de se preocupar com ela,e venha cá meu bem,estava morrendo de saudades de você - Roger enlaçou Marie pela cintura e a beijou fortemente,pegou ela em seus braços e a levou para seu quarto,colocou ela delicadamente em sua cama e fizeram amor.
Enquanto tinha sua amada em seus braços,Roger,se havia se esquecido de Lily,das coisas que ela falara a ele e de como ele quase a voltou a amar.Mas olhando Marie,ali,nos seus braços,se esqueceu totalmente de Lily.
-Querida tenho que lhe contar algo - disse ele,enquanto afagava os cabelos de Marie - vamos fazer uma turnê nos Estados Unidos.
-E por quanto tempo ficaram lá? - perguntou ela num tom triste.
-Ainda não sei - respondeu ele - mas tenho em tenho em mente, de leva-la comigo.
-Seria incrível! - respondeu ela alegremente.
-Seria mesmo - respondeu ele.Abraçou ela novamente,deu um pequeno beijo em sua testa e observou ela ela dormir,desejando nunca mais sair dali.


domingo, 10 de março de 2013

A Dor

A dor é uma coisa terrível que acaba entrando na sua vida da pior forma possível,no momento que você menos espera.Chega assim se avisar e leva uma das coisas que você mais ama,e te deixa assim em prantos e tristezas.E assim todas as suas dores aumentam da pior forma possível e seu mundo cai por um momento.
É nesses momentos de dor extrema que você consegue diferenciar o céu do inferno,de tudo o que você fez e deixou de fazer aparecem para te assustar e te deixar mais fraca o possível.
Mas há sempre boas almas que cuidam de você,e te fazem feliz nos momentos terrível dor.E agradeço a Deus,por estas pessoas estarem em minha vida.

sexta-feira, 8 de março de 2013

Livro: A Metamorfose

Este foi o único livro de literatura que eu li nesses últimos 3 anos que eu realmente gostei de ler,porque depois de "Alto da Barca do Inferno","Os Lusíadas","Viagens Na Minha Terra" (um livo que ninguém entenderá e chato pra caramba,recomendo que ninguém leia esse livro,por favor),"Til" (outro chato,tsc), e outros nem tão chatos assim mas um pouco confusos,como "Memórias de um Sargento de Milícias" (legalzinho) e "Memórias Póstumas de Brás Cubas" (bacana demais!Leiam,acho que vocês irão gostar).Mas de todos esses citados,o melhor e mais legal,um pouco confuso no começo e que se tornou um de meus livros favoritos foi A Metamorfose, de Franz Kafka.

Sinopse: A Metamorfose é a mais célebre novela de Franz Kafka e uma das mais importantes de toda a história da literatura. O texto coloca o leitor diante de um caixeiro-viajante - o famoso Gregor Samsa - transformado em inseto monstruoso. A partir daí, a história é narrada com um realismo inesperado que associa o inverossímil e o senso de humor ao que é trágico, grotesco e cruel na condição humana - tudo no estilo transparente e perfeito desse mestre inconfundível da ficção universal. 

Confesso que fiquei bastante intrigada com o livro,ele realmente me chamou a atenção com sua crítica aos valores familiares.da sociedade capitalista,da família,da solidão e exclusão de um homem que no momento que mais precisou de sua família,esta o abandona a míngua,com medo de que ele faça algum mau a eles.Até fiquei meio revoltada com eles!E aquele final triste e comovente que chegou a me deixar triste por mais ou menos meia-hora.Eu realmente gostei desse livro!

Espero que gostem da resenha!Tchau!

domingo, 3 de março de 2013

A Noite

A luz do luar entrava timidamente pela frestas da cortina,chegando timidamente até a parede branca,perto de um guarda-roupa marrom velho,que acabava ficando com a maior parte da luz amarelada fazendo com aquele quarto escuro se tornasse uma sala uma sala de cinema vazia.Aquilo chamou sua atenção.
Foi até a janela,abriu as cortinas e a janela deixando o ar frio da noite entrar naquele quarto quente.Olhou para a Lua,encantada com sua luz que chegava em seus dedos,em que ela brincava timidamente de tentar segurar os raios da Lua em sua mão,enquanto o vento frio batia em seu rosto.A noite estava escura como breu,as nuvens começavam a esconder a Lua,fazendo com que esta agora parecesse um olho de um lobo a observar-la cautelosamente.
Ouviu um barulho vindo de uma moita no jardim,acabou se assustando,seu coração subiu até a sua boca,mas o controlou,fazendo com que ele voltasse ao seu devido lugar.Continuou a observar a Lua,e seus pensamentos voaram longe na medida em que o vento aumentava.As nuvens tamparam completamente a Lua,e relâmpagos começaram a dar clarear a noite.Era hora de fechar a janela.
Enquanto arrumava as cortinas pensou em ver algum filme romântico para tentar dormir rapidamente ou ler algum dos dois livros que estava com vontade.Pensou em ligar para a sua mãe,perguntar se estava pensando aquelas férias bem;pensou em usar um pouco a internet ou tomar um banho quente,já que aqueles belos momentos a deixaram um pouco resfriada.Seu celular tocou,estava no bolso de sua calça,atendeu,era o seu namorado,perguntado se ela estava bem e se queria alguma coisa daquela viagem de negócios que ele fazia,respondeu-o que só desejava ele e que ele a aquecesse naquela noite fria.Um trovão soou no ar,fazendo com que seu quarto tremesse inteiro e outra vez,levou um susto,mas rapidamente se acalmou.
Seu celular caiu no chão,ela rapidamente abaixou e pegou-o e o limpou.Quando se levantou sentiu um arrepio correr todo o seu corpo,como se sentisse que algo iria acontecer.Seu coração começou a bater mais rápido,sua boca começou a ter um sabor estranho de sangue,sentiu também uma súbita vontade de vomitar,mas não conseguia.
Virou em direção a porta e viu um homem todo vestido de negro,somente com os olhos a mostra.Tentou gritar,mas não conseguiu,ele tampou sua boca com sua mão direita e com a esquerda sacou um punhal que estava preso em seu cinto e encostou em sua barriga,fazendo seu corpo inteiro gelar com o frio do metal.
-Não grite,por favor - falou o assaltante.
E antes que ela pudesse responder algo,um pano branco surgiu na sua frente e ele apertou em contra o seu  rosto,fazendo a inalar aquilo que estava no pano,fazendo com que ela caísse no chão,nauseada.
Sua última lembrança,é de ver a porta branca aberta para o corredor.

  

sexta-feira, 1 de março de 2013

But the sun is eclipsed by the moon.



Eu sempre esqueço de escrever um post contando sobre o Pink Floyd,mas eu sempre esqueço ou as ideias acabam ficando um pouco confusas de se colocar no papel,e aí acabo nem escrevendo.Mas enfim,há 40 anos atrás,nesse mesmo dia,01 de março,essa maravilhosa banda,lançava um de meus discos favoritos,como muitos outros discos,mudou a minha vida e este disco é o The Dark Side Of The Moon.
Antes de 1973,o Pink Floyd mantinha um incessante calendário de shows e,quando chegou chegou a hora de gravar o novo disco,a banda já tinha criado a base para o que viria a ser o álbum The Dark Side Of The Moon.Esta seria a primeira vez que Roger Waters seria responsável por todas as letas e também pelo o "conceito" básico de um álbum do grupo.Com uma produção impecável e uma musicalidade atemporal,aliadas ao fascínio exercido por seus temas centrais - alienação,paranoia,loucura,guerra e morte - The Dark Side Of The Moon se tornaria um disco que marcou os anos 70 e 80 (com um número recorde de semanas nas paradas).Quarenta anos depois se passaram,e ele ainda continua atraindo uma nova geração de fãs da música.

Meu amor por esse álbum foi tanto que no Natal,do ano passado,eu ganhei este box do disco !!!!






Happy Birthday Roger Dalrey

♥ sempre tão perfeito!!