domingo, 5 de maio de 2013

Pictures Of Lily - Capítulo 9

Essa linda capa foi feita pela minha amiga,Inara do Invasão Britânica!A Atriz que interpreta a Marie é a Natalie Portman *-*

   
Marie sorria para a câmera, enquanto Jim a fotografava.Parecia que a aquela noite de sono a lhe fora tão boa quanto alguma aspirina que tivesse tomado para tentar aliviar suas dores.Mas aquele remédio havia um nome,e este nome era Jim Morrison.
Jim sabia que ele e Marie estavam flertando,desde a festa na casa de Ray, Marie começara a sentir algo por Jim,mas tentava não mostrar,ainda amava Roger,mas ao mesmo tempo queria estar aos beijos com ele.
-Aqui é tão lindo – disse Marie observando cada centímetro do Central Park – é quase igual aos filmes, mas só que melhor!
-Não tão lindo quanto seu sorriso – disse ele enquanto a ainda a fotografava.
-Ah Jim,não precisa disso – respondeu ela corando.Ele se aproximou dela e tocou com um de seus dedos sua bochecha direita,estavam tão quentes quanto qualquer outra coisa que ele já havia sentindo em sua vida e lhe deu um pequeno beijo nesta.Foi ali que Marie descobriu que estava apaixonada por Jim.
***
Roger tentava buscar forças para tentar tomar um pouco de café,mas seu estomago rejeitava tudo o que lhe era oferecido.Keith e Nora tentavam alegra-lo com a certeza de que Marie voltaria para ele.
-É só uma questão de tempo – disse Nora, segurando sua mão direita – eu sinto isso,só de um tempo a ela.
-Daqui a pouco sua pequena estará de volta e você terá que pedir desculpas de ajoelhado para ela! – disse Keith enquanto tragava um cigarro. Roger deu um pequeno sorriso – mas agora,eu e minha boneca vamos dar uma volta por aí!Ela vai gravar um filme!E eu vou ser o ator do filme dela!
-Não sabia que era cineasta,Nora! – disse Roger.
-Sou apaixonada por cinema! –disse ela sacando sua câmera – e o filme só pro clube de cinema que participo!
-Boa sorte – desejou-lhe Roger – torço pra que ele ganhe um Oscar!
Nora agradeceu,ela e Keith se despediram de Roger,e saíram do hotel de mãos dadas.
***
Alice,Mike e Belle,caminhavam junto a John e Anastacia pela Broadway.Ana estava completamente fascinada por todas as aquelas luzes,pessoas e peças que estavam sendo transmitidas nos teatros.
-É quase como em Breakfast’s At Tiffany! – disse ela à John – mas só que real!É maravilhoso!Queria estar usando um daqueles vestidos que a Audrey Hepburn!Daí eu me pareceria mais com a Holly e entraria no clima do filme...
-Acho que você não precisaria estar usando um vestido daqueles – disse ele envolvendo seu braço em volta de seu ombro – com esse seu vestido azul, você já esta linda!
-Oh obrigada – agradeceu ela – então Belle e Alice,você gostam da Audrey Hepburn?
As duas responderam que sim,Alice gostava dela,não tanto quanto Belle,que presenciará as gravações e passou a contar cada mínimo detalhe a Ana,fazendo com que esta ficasse mais e mais fascinada,e John mais apaixonado por sua namorada.
Em um determinando momento,passaram em frente de uma loja de roupas femininas,onde na vitrine se exibia ao lado de vestidos,uma piteira,que para Ana,lembrava a que Audrey Hepburn havia usado no filme.Ela arrastou John para dentro da loja,junto com Belle e comprou a tal piteira.Enquanto  Alice e Mike esperavam do lado de fora.
-Você já notou que todo mundo quem vem para Nova York acha que esta num filme – disse Alice a Mike.
-São turistas meu bem – respondeu ele – sempre acham que estão em um filme ou uma série,é assim que distraem suas mentes.
Alice sorriu e Mike notou que os óculos dela estavam embaçados,tirou estes com o maior cuidado e limpou-os em sua camiseta,recolocou-os em Alice e roubou-lhe um beijo quente.Acabaram somente sendo interrompidos quando uma voz conhecida,chamou Mike.
-Que coincidência te encontrar aqui cara! – era Micky Dolenz,seu companheiro de banda e de filmagem – não sabia que vocês dois namoravam no meio da rua!
-E não namoramos – respondeu Alice – estamos só esperando eles saíram da loja. – Alice apontou para Belle e John tentando colocar um cigarro na piteira de Ana,sem que este caísse no chão e a vendedora tivesse que explicar novamente como se usava aquela piteira.Até que depois de 10 tentativas,Anastacia saiu feliz da loja,fumando seu cigarro,enquanto John a seguia também fumando um cigarro e Belle ria da cena toda.
-Baba outra vez? – perguntou Micky.
-Sim,estou de babá de novo – respondeu Alice.
***
-Roger às vezes podia se tocar,que ele não é o centro das atenções – disse Pete a Felicity,enquanto entravam num barco para ver a cidade pelo rio Hudson.Pete foi até uma das bordas do navio e pôs a observar as pequenas ondas que se formavam enquanto o barco começava a se movimentar
-Vamos parar de falar do Roger por um instante – disse ela,o abraçando por trás e lhe dando um beijo em sua nuca – porque você falou a noite inteira dele e minha insônia atacou no momento em que você gritou “Roger eu vou te matar!”,assim não dá!
-Eu não falo dormindo – disse ele,colocando seus óculos escuros para não ser reconhecido por ninguém – sou sonâmbulo,não se lembra?
-Eu sei disso meu amor – lembrou-se Felicity – e seu sonambulismo sempre ataca nas minhas noites de insônia.Sabia que hoje,só consegui dormir eram 4h30 da manhã,quando você ficou quieto.
-Você deve estar muito cansada então – disse Pete a aconchegando em seus braços – quando este passeio terminar,voltamos para o hotel para que você descanse um pouco minha gatinha.
Felicity sorriu e balançou a cabeça num sinal de sim.Os dois começaram a prestar a atenção no que o guia que explicava cada ponto da cidade.
-Com licença,mas você não é Pete Townshend? – perguntou um jovem magricela,vestindo uma camiseta florida e calças pretas,seu cabelo começava a se fundir com seu rosto começando a criar pequenas costeletas.
-Sou sim – respondeu Pete. – eu já vi você em algum lugar,só não estou me lembrando de você...
-Sou John Densmore,baterista do Doors  - ele estendeu sua mão e cumprimentou Pete e Felicity – seu amigo loiro não esta com você esta?
-Ah não,Roger preferiu ficar no hotel – disse Pete tirando seus óculos,fechando e colocando dentro do bolso de sua camisa – quis guardar as energias pra tentar procurar a namorada e será que você não tem alguma notícia dela?O hotel que ela se hospedou ...?
-Ela esteve numa festa na minha casa ontem – disse John – acabou adormecendo no sofá e Jim a levou para o seu apartamento,possivelmente ela ainda esta com ele.
-Ana disse que ela estava procurando um hotel – disse Felicity,lembrando-se da conversa que teve com Anastacia e Nora sobre o telefonema de Marie.
-Sim,ela telefonou e disse isso – respondeu John – mas acabou adormecendo,acabou nem tendo tempo para procurar um.
-Então ela esta com Jim? – perguntou Pete.
-Sim – respondeu John –olha eu só estou contando isso pra vocês,porque estou preocupado com a garota,vejo que é uma boa moça e não quero que ela saia machucada dessa história toda.
-Mas por quê? – perguntou Felicity intrigada – o que poderia acontecer com Marie?Ela conhece a cidade,já esteve aqui a trabalho,mês passado e o que poderia dar de errado?
-Ela esta com o Jim – falou John – e tudo pode acontecer.
***
Marie voltara para o apartamento de Jim,este tinha que se preparar para uma entrevista e ela,iria procurar Roger e conversar com ele,e ver se faziam as pazes.Enquanto caminhava pelos cômodos do apartamento,achou em um dos quartos uma máquina de datilografar e sua vontade de desabafar era tão grande,que sentou-se e pegou uma das folhas que estavam ao lado da máquina,colocou nesta e pôs a escrever um pouco.
Ela queria pegar o primeiro trem para fora da cidade e sumir por uns tempos,sem deixar sequer um bilhete avisando a todos que não voltaria para casa por um tempo.Queria viver um pouco,sem que ninguém dissesse como deveria ser e o que ela deveria fazer.Queria que dali em diante sua vida fosse guiada por ela mesmo.Susan queria somente viver.
-Você escreve muito bem – disse Jim,encostando uma das mãos ainda meio molhadas em seu ombro.Marie olhou para trás e viu que este ainda estava de toalha e seu coração foi até a sua boca. –  você já escreveu um livro?
-Sempre tive vontade – respondeu ela – mas nunca consegui passar o primeiro capítulo...
-Por quê? – perguntou ele.Marie virou para responder,mas viu que este tinha acabado de tirar sua toalha e entrar em seu closet atrás de uma muda de roupa.
-Porque eu não tinha muita criatividade – respondeu ela um pouco envergonhada com toda aquela situação – e prefiro escrever coisas que não tenham que passar de 5 páginas.
-Mas que tipo de escritora é você que não passa do primeiro capítulo? – perguntou ele saindo do closet abotoando a camisa e arrumando suas calças – te proponho um desafio,se você consegui escrever ao menos 3 capítulos,eu mostro hoje a noite pro Truman e vejo se ele gostou do que você escreveu,tudo bem?
-Tudo – respondeu Marie concordando com o desafio – mas quem é Truman?
-Truman Capote – respondeu Jim com a maior serenidade – agente é meio amigo sabe?As vezes xinga meus poemas,as vezes não,depende do quanto ele bebeu.Talvez ele goste de você Marie,ele adora uma história sobre fujões.





3 comentários:

  1. O que? Jim Morrison conhece o Truman Capote? (quando me vem esse nome, me lembra o filme no qual Philip Seymour Hoffmann interpretou.) Que legal, agora sim Marie vai ser escritora. To sentindo que no próximo cap. a Nora e o Mike vão se reencontrar e a Alice ficará com pé atrás ao saber que a namorada do Keith foi também do Nez. Adorei a Ana e o John caminhando nas ruas da Broadway e o Pete e a Fefe falando de insônia e sonambulismo hauahauahuahau. Adorei viu?

    ResponderExcluir
  2. Mari a história ta muito boaaa eu quero mais capitulos logo HAUSHAHAUSHAU *-----*
    Muito boa Mari, tá de parabens! ♥

    ResponderExcluir
  3. Eu me sentiria a Holly também no lugar da Ana. hahaha Bonquinha nas nossas vidas u-u

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para comentar.