quarta-feira, 30 de abril de 2014

Sobre a Nostalgia

Foto0339
Saudades desse dia
Em algum post que eu escrevi aqui, eu falei sobre o fato de gostar de ser nostálgica e amar a nostalgia dos tempos passado,de gostar das coisas de outros séculos e essas coisas do tipo,que todo mundo sabe que eu amo/sou/respiro.Mas de uns tempos para cá, tudo mudou um pouco.Em vez de me pegar pensando que estou vivendo em outra época ou alguma coisa do tipo,eu me pego me lembrando de coisas que eu fazia quando eu era criança.
Não sei se isso é uma crise de identidade de quando as pessoas chegam aos 18 anos e ficam pensando sobre de como será a vida depois de mais um aniversário,no qual eu vou me tornar “Adulta” perante a lei e que eu já tô sentindo que não vai uma coisa legal que nem nos filmes estadunidenses sobre todo o assunto.
Mas tudo começou quando eu achei essa foto que esta encabeçando o post.
Esses dias eu estava me lembrando sobre a Let’s Rock, uma exposição sobre rock que aconteceu aqui em São Paulo, em 2012,e na época (Veja meu caro leitor quão velha eu estou) eu tinha 16 anos e tinha entrado definitivamente pro fandom de rock clássico e tinha começado a gostar de The Who, The Kinks e Cream,e quando soube dessa exposição pedi (Implorei na verdade) pro meu pai me levar e ele me levou e no dia que eu escolhi ia passar o show do The Who.
Eu surtei durante toda a exposição,tirei umas 7283728378273827 fotos e tiraria mais se o meu celular que eu tinha também não ajudou muito.Mas ai eu achei essa foto do Keith Moon,meu amorzinho e ai no desespero eu falei para o meu pai tirar a bendita da foto e ele tirou me perguntando o por que de eu estar com a cabeça no ombro dele e tudo mais, mas depois ele deu uma sacada que eu queria o cara da foto para mim, até hoje ele sabe disso.
E enquanto eu estava arrumando as fotos antigas no meu computador, eu acabei achando essa foto, e meu coração deu uma pequena apertada,porque eu me lembrei que esse ano 2012,foi extremamente louco e eu consegui aproveitar cada segundo dele.Mas as vezes eu me pergunto,se eu não poderia voltar e aproveitar mais alguns dele e desse dia em especial,para assim poder ficar mais alguns segundos com o meu amorzinho,Keith Moon.

4 comentários:

  1. Nostalgia é um amor e um porre ao mesmo tempo. A gente vai de um extremo a outro em um segundo, me identifiquei muito com seu texto porque tem dias em que eu sofro mais que uma condenada dentro do ônibus. Eu quero voltar no tempo, ao mesmo tempo que gosto da realidade presente.

    ResponderExcluir
  2. Olha, Maris, isso não é coisa só de quem está perto dos dezoito anos. Eu tenho estado muito nostálgica ultimamente. Voltei a assistir os filmes de que eu gostava quando era pequena, comecei a ter saudades de quando tudo era mais fácil.... E eu adoraria voltar para 2012, que foi um ano muito ruim para mim e que eu gostaria de ter aproveitado.

    ResponderExcluir
  3. Oi, Mariana! Para falar de The Who e nostalgia, mais do que suspeito, eu sou réu confesso “º~º” E que bom que temos memória. Melhor ainda quando puxamos dela as coisas e pessoas queridas. Um abraço para o grande Keith Moon, gente boa. Blogueira, aproveito e convido para que leia e comente “THE SMITHS, O CONTO” em meu http://jefhcardoso.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. Olá!
    Obrigada pela visita!
    Essa exposição parece ter sido ótima!
    :)

    ResponderExcluir

Sinta-se a vontade para comentar.